Blog Shen

Da essência à integralidade !

Remédio Homeopático

Por Susilaine Moraes Aquino

Principal ação terapêutica de cada medicamento homeopático:

  1. Aceticum acidum: É usado em casos de debilidade extrema, anemia, fadiga crônica e esgotamento. Também pode ser indicado para tratar problemas de apetite e digestão.
  2. Aconitum napellus: É frequentemente utilizado para tratar sintomas agudos, especialmente quando há um início repentino de febre, ansiedade, medo e agitação. Também é útil para resfriados e gripes no estágio inicial.
  3. Actaea racemosa: Conhecida como “cimicifuga,” é usada principalmente para aliviar sintomas associados à menopausa, como ondas de calor, sudorese noturna e irritabilidade.
  4. Aesculus hippocastanum: É indicado para tratar problemas circulatórios, especialmente varizes, hemorroidas e sensação de peso nas pernas.
  5. Aethusa cynapium: É usado para tratar distúrbios digestivos em bebês, como vômitos, diarreia e cólicas.
  6. Agaricus muscarius: É utilizado para tratar distúrbios neurológicos e sintomas como tremores, espasmos musculares e sensações de formigamento na pele.
  7. Agnus castus: É indicado para tratar distúrbios hormonais em mulheres, como irregularidades menstruais e sintomas da menopausa. Também pode ser usado em casos de impotência sexual masculina.
  8. Allium cepa: É frequentemente usado para tratar resfriados e rinite alérgica, caracterizados por corrimento nasal aquoso e olhos lacrimejantes.
  9. Aloe socotrina: É usado para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia com urgência e sensação de peso no reto.
  10. Alumina: É indicado para tratar constipação crônica e secura das mucosas, tanto nas vias respiratórias quanto no trato gastrointestinal.
  11. Ambra grisea: É usado para tratar distúrbios nervosos, insônia, dificuldade de concentração e ansiedade, especialmente em pessoas que são extremamente sensíveis ao ambiente e ao estresse emocional.
  12. Ammonium carbonicum: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como asma, bronquite e tosse crônica, com dificuldade de expectoração e sensação de peso no peito.
  13. Ammonium muriaticum: É usado para tratar condições de pele, como eczema e herpes, bem como distúrbios gastrointestinais, como indigestão e flatulência.
  14. Anacardium orientale: É usado para tratar distúrbios digestivos, como gastrite e úlceras, e pode ser indicado para problemas de memória e concentração.
  15. Antimonium crudum: É frequentemente usado para tratar distúrbios de pele, como verrugas, além de problemas digestivos, como indigestão e língua revestida.
  16. Antimonium tartaricum: É indicado para tratar condições respiratórias, como pneumonia e bronquite, com tosse úmida e dificuldade de expectoração.
  17. Apis mellifica: É utilizado para tratar reações alérgicas, picadas de insetos, edema, queimaduras e condições inflamatórias agudas, como artrite.
  18. Apocynum cannabinum: É indicado para tratar distúrbios cardíacos, como insuficiência cardíaca congestiva, com retenção de líquidos e inchaço.
  19. Argentum nitricum: É usado para tratar distúrbios gastrointestinais, como gastrite e síndrome do intestino irritável, além de ansiedade e medo de alturas.
  20. Arnica montana: É amplamente conhecido como um remédio para traumas e lesões físicas, como contusões, entorses e dores musculares. Também pode ser usado antes ou após procedimentos cirúrgicos para reduzir o inchaço e a dor.
  21. Ambra grisea: É usado para tratar distúrbios nervosos, insônia, dificuldade de concentração e ansiedade, especialmente em pessoas que são extremamente sensíveis ao ambiente e ao estresse emocional.
  22. Ammonium carbonicum: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como asma, bronquite e tosse crônica, com dificuldade de expectoração e sensação de peso no peito.
  23. Ammonium muriaticum: É usado para tratar condições de pele, como eczema e herpes, bem como distúrbios gastrointestinais, como indigestão e flatulência.
  24. Anacardium orientale: É usado para tratar distúrbios digestivos, como gastrite e úlceras, e pode ser indicado para problemas de memória e concentração.
  25. Antimonium crudum: É frequentemente usado para tratar distúrbios de pele, como verrugas, além de problemas digestivos, como indigestão e língua revestida.
  26. Antimonium tartaricum: É indicado para tratar condições respiratórias, como pneumonia e bronquite, com tosse úmida e dificuldade de expectoração.
  27. Apis mellifica: É utilizado para tratar reações alérgicas, picadas de insetos, edema, queimaduras e condições inflamatórias agudas, como artrite.
  28. Apocynum cannabinum: É indicado para tratar distúrbios cardíacos, como insuficiência cardíaca congestiva, com retenção de líquidos e inchaço.
  29. Argentum nitricum: É usado para tratar distúrbios gastrointestinais, como gastrite e síndrome do intestino irritável, além de ansiedade e medo de alturas.
  30. Arnica montana: É amplamente conhecido como um remédio para traumas e lesões físicas, como contusões, entorses e dores musculares. Também pode ser usado antes ou após procedimentos cirúrgicos para reduzir o inchaço e a dor.
  31. Arsenicum album: É usado para tratar uma variedade de sintomas, incluindo ansiedade extrema, medo de doenças, distúrbios gastrointestinais como vômitos e diarreia, bem como sintomas respiratórios como asma e tosse seca.
  32. Arsenicum iodatum: É indicado para tratar condições respiratórias, como bronquite e asma, com dificuldade respiratória e tosse seca, assim como outros sintomas de ansiedade e inquietação.
  33. Arum triphyllum: É usado principalmente para tratar condições nasais, incluindo rinite alérgica e úlceras nasais, com descarga nasal corrosiva e ardente, além de sintomas na garganta e boca.
  34. Asa foetida: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como flatulência, eructações e cólicas, bem como distúrbios emocionais, como histeria e depressão.
  35. Aurum metallicum: É frequentemente usado para tratar distúrbios emocionais graves, como depressão profunda e ideação suicida. Também pode ser indicado para problemas cardíacos e dores de cabeça.
  36. Baptisia tinctoria: É usado para tratar infecções febris, especialmente aquelas com febre alta e uma sensação de confusão mental. Também é usado para tratar sintomas gastrointestinais e diarreia fétida.
  37. Baryta carbonica: É indicado para tratar distúrbios do crescimento em crianças, bem como problemas de memória e concentração em adultos mais velhos.
  38. Belladona: É usado para tratar condições agudas, como febres altas com pele quente e vermelha, além de dores de cabeça intensas, vermelhidão e inchaço.
  39. Benzoicum acidum: É indicado para tratar condições relacionadas à artrite e gota, bem como problemas urinários, como odor forte e urina escura.
  40. Arsenicum album: É usado para tratar uma variedade de sintomas, incluindo ansiedade extrema, medo de doenças, distúrbios gastrointestinais como vômitos e diarreia, bem como sintomas respiratórios como asma e tosse seca.
  41. Arsenicum iodatum: É indicado para tratar condições respiratórias, como bronquite e asma, com dificuldade respiratória e tosse seca, assim como outros sintomas de ansiedade e inquietação.
  42. Arum triphyllum: É usado principalmente para tratar condições nasais, incluindo rinite alérgica e úlceras nasais, com descarga nasal corrosiva e ardente, além de sintomas na garganta e boca.
  43. Asa foetida: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como flatulência, eructações e cólicas, bem como distúrbios emocionais, como histeria e depressão.
  44. Aurum metallicum: É frequentemente usado para tratar distúrbios emocionais graves, como depressão profunda e ideação suicida. Também pode ser indicado para problemas cardíacos e dores de cabeça.
  45. Baptisia tinctoria: É usado para tratar infecções febris, especialmente aquelas com febre alta e uma sensação de confusão mental. Também é usado para tratar sintomas gastrointestinais e diarreia fétida.
  46. Baryta carbonica: É indicado para tratar distúrbios do crescimento em crianças, bem como problemas de memória e concentração em adultos mais velhos.
  47. Belladona: É usado para tratar condições agudas, como febres altas com pele quente e vermelha, além de dores de cabeça intensas, vermelhidão e inchaço.
  48. Benzoicum acidum: É indicado para tratar condições relacionadas à artrite e gota, bem como problemas urinários, como odor forte e urina escura.
  49. Berberis vulgaris: É usado principalmente para tratar distúrbios do trato urinário, incluindo cistite, pedras nos rins e dor ao urinar. Também pode ser indicado para distúrbios gastrointestinais, como indigestão e constipação.
  50. Borax: É usado para tratar distúrbios relacionados à boca e aos órgãos genitais, como aftas, candidíase e inflamação na boca. Também pode ser indicado para problemas de audição.
  51. Bromium: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como asma, bronquite e tosse com muco espesso. Também pode ser usado em casos de bócio e distúrbios da tireoide.
  52. Bryonia alba: É frequentemente utilizado para tratar dores articulares e musculares intensas, que pioram com o movimento. Também é indicado para resfriados e gripes com sede intensa por grandes quantidades de água fria.
  53. Bufo rana: É usado para tratar distúrbios cardíacos, incluindo palpitações e insuficiência cardíaca. Também pode ser indicado para distúrbios neurológicos e convulsões.
  54. Cactus grandiflorus: É indicado para tratar problemas cardíacos, como angina e palpitações, com sensação de constricção no peito.
  55. Calcarea carbonica ou ostrearum: É usado para tratar uma variedade de condições, incluindo distúrbios musculoesqueléticos, obesidade, distúrbios de crescimento em crianças e problemas de ansiedade.
  56. Calcarea fluorica naturalis: É indicado para tratar condições de pele, como rugas e estrias, bem como distúrbios musculoesqueléticos, como dor nas articulações e rigidez.
  57. Calcarea phosphorica: É usado para tratar problemas de crescimento, desenvolvimento ósseo e anemia em crianças. Também pode ser indicado para distúrbios digestivos.
  58. Camphora: É indicado para tratar sintomas de insolação, colapso circulatório, efeitos graves do frio e distúrbios respiratórios com dificuldade extrema de respiração.
  59. Cannabis indica: É usado para tratar distúrbios neurológicos e psiquiátricos, como ansiedade, paranoia e alucinações. Também pode ser indicado para tratar sintomas de doenças crônicas, como dores de cabeça e dores nas costas.
  60. Cannabis sativa: É usado principalmente para tratar distúrbios do sistema nervoso, incluindo espasmos musculares, convulsões e distúrbios psiquiátricos, como a esquizofrenia.
  61. Cantharis vesicatoria: É indicado para tratar queimaduras e lesões na pele com bolhas, bem como distúrbios do trato urinário, como cistite com ardência intensa ao urinar.
  62. Capsicum: É usado para tratar distúrbios gastrointestinais, como úlceras gástricas, e pode ser indicado para dores nas articulações e reumatismo.
  63. Carbo animalis: É indicado para tratar distúrbios circulatórios, especialmente em pessoas idosas, com sintomas como frieza nas extremidades e sensação de fraqueza.
  64. Carbo vegetabilis: É usado para tratar distúrbios respiratórios, como asma e bronquite, bem como problemas digestivos, como inchaço, flatulência e indigestão.
  65. Causticum: É indicado para tratar problemas neuromusculares, como paralisias, espasmos e fraqueza muscular. Também é usado para tratar sintomas de queimação na pele.
  66. Chamomilla: É usado principalmente para tratar distúrbios em bebês e crianças, incluindo cólicas, irritabilidade e dentição dolorosa. Também pode ser indicado para dores de cabeça e dores de dente.
  67. Chelidonium majus: É indicado para tratar distúrbios hepáticos e biliares, incluindo icterícia, dores no fígado e problemas digestivos relacionados ao fígado.
  68. Cicuta: É usado para tratar convulsões e distúrbios neurológicos, incluindo rigidez muscular e espasmos. Também pode ser indicado para distúrbios do sistema nervoso central.
  69. Cina maritima: É usado para tratar distúrbios intestinais, como vermes intestinais e irritabilidade intestinal, especialmente em crianças. Também pode ser indicado para tratar distúrbios do sono.
  70. Cinchona officinalis: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como inchaço abdominal, diarreia e cólicas, além de fadiga e fraqueza devido à perda de fluidos corporais.
  71. Clematis erecta: É usado principalmente para tratar problemas do trato urinário, como cistite com ardência ao urinar. Também pode ser indicado para problemas de concentração e pensamento confuso.
  72. Cocculus indicus: É indicado para tratar distúrbios relacionados ao sistema nervoso, como tonturas, enjoo de movimento e insônia. Também pode ser usado em casos de distúrbios gastrointestinais.
  73. Coccus cacti: É usado para tratar tosse com produção de muco espesso e viscoso, muitas vezes associado a resfriados e infecções respiratórias.
  74. Coffea cruda: É indicado para tratar distúrbios do sono, insônia e agitação mental, especialmente quando causados por estresse ou excitação excessiva.
  75. Colchicum autumnale: É usado principalmente para tratar distúrbios gastrointestinais, como náuseas, vômitos e diarreia, muitas vezes causados por intoxicação alimentar.
  76. Colocynthis: É indicado principalmente para tratar cólicas abdominais intensas, especialmente aquelas que melhoram quando o paciente se curva e aplica pressão na região abdominal.
  77. Conium maculatum: É usado para tratar distúrbios do sistema nervoso, incluindo tonturas, fraqueza muscular, paralisia e sintomas relacionados ao envelhecimento.
  78. Croton tiglium: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia intensa e cólicas abdominais, com fezes aquosas e súbitas.
  79. Cuprum metallicum: É usado para tratar espasmos musculares intensos, cãibras, convulsões e distúrbios neurológicos, incluindo a síndrome de Tourette.
  80. Digitalis purpurea: É indicado para tratar distúrbios cardíacos, como insuficiência cardíaca congestiva, com sintomas de batimento cardíaco irregular, dispneia e retenção de líquidos.
  81. Drosera rotundifolia: É usado para tratar distúrbios respiratórios, como tosse intensa, espasmódica e convulsa, muitas vezes associada à coqueluche.
  82. Dulcamara: É indicado para tratar distúrbios do trato respiratório, incluindo resfriados e infecções do trato urinário, que pioram com a exposição ao frio e à umidade.
  83. Eupatorium perfoliatum: É usado principalmente para tratar sintomas de gripe, incluindo dores ósseas e musculares intensas, febre e sensação de prostração.
  84. Euphrasia officinalis: É usado para tratar distúrbios oculares, incluindo conjuntivite com olhos vermelhos e coceira, bem como sensações estranhas nos olhos.
  85. Ferrum metallicum: É indicado para tratar a anemia e distúrbios relacionados à fraqueza, fadiga, palidez e falta de vitalidade. Também pode ser usado para distúrbios circulatórios.
  86. Fluoricum acidum: É usado principalmente para tratar distúrbios dentários, incluindo cáries e problemas nas gengivas. Também é indicado para condições de pele, como eczema e úlceras varicosas.
  87. Gelsemium sempervirens: É indicado para tratar sintomas de ansiedade, medo, fraqueza muscular, tremores e distúrbios respiratórios, especialmente quando causados por antecipação de eventos estressantes.
  88. Glonoinum: É usado para tratar dores de cabeça graves, especialmente aquelas relacionadas à exposição ao calor e à luz solar. Também pode ser indicado para distúrbios cardíacos e pressão arterial elevada.
  89. Graphites: É indicado para tratar distúrbios de pele, como eczema, erupções cutâneas, coceira e feridas que liberam uma secreção pegajosa. Também pode ser usado em casos de problemas menstruais em mulheres.
  90. Hamamelis virginiana: É usado principalmente para tratar distúrbios circulatórios, como varizes, hemorroidas e sangramento excessivo, especialmente durante a menstruação.
  91. Helleborus niger: É indicado para tratar distúrbios do sistema nervoso, especialmente em crianças, com sintomas como letargia, confusão mental e distúrbios da coordenação.
  92. Hepar sulphuris calcareum: É usado para tratar infecções, abscessos e problemas de pele com pus. Também pode ser indicado para dores de garganta e amigdalite.
  93. Hydrastis canadensis: É indicado para tratar distúrbios do trato respiratório, como sinusite crônica, congestão nasal e irritação da garganta. Também é usado para distúrbios gastrointestinais.
  94. Hyoscyamus niger: É usado para tratar distúrbios neurológicos, especialmente aqueles caracterizados por agitação, convulsões e comportamento estranho. Também pode ser indicado para problemas de sono.
  95. Hypericum perforatum: É usado principalmente para tratar lesões nervosas e contusões, especialmente nas áreas ricas em terminações nervosas. Também pode ser indicado para dores nos nervos.
  96. Ignatia amara: É usado principalmente para tratar distúrbios emocionais, como choque, luto, ansiedade e depressão. Também pode ser indicado para distúrbios gastrointestinais, como sensação de nó na garganta.
  97. Iodium purum: É indicado para tratar distúrbios da tireoide, como hipertireoidismo, com sintomas de agitação, perda de peso e calor intolerável. Também pode ser usado em casos de bócio.
  98. Ipecacuanha: É usado para tratar distúrbios respiratórios, como tosse intensa e vômitos, especialmente quando há grande dificuldade para expelir o muco.
  99. Kali bichromicum: É indicado principalmente para tratar distúrbios das vias respiratórias superiores, como sinusite, rinite e tosse com muco espesso e viscoso.
  100. Kali carbonicum: É usado para tratar uma variedade de condições, incluindo distúrbios respiratórios, problemas de circulação, artrite e problemas gastrointestinais, como azia e indigestão.
  101. Kali iodatum: É indicado para tratar distúrbios da tireoide, bem como infecções crônicas da garganta, especialmente quando há dor intensa e inchaço.
  102. Kali muriaticum: É usado principalmente para tratar distúrbios do trato respiratório, como resfriados, tosses e congestão nasal, com muco branco e espesso.
  103. Kali phosphoricum: É indicado para tratar distúrbios nervosos, esgotamento mental, fadiga, insônia e depressão nervosa. Também pode ser usado para tratar problemas de memória e concentração.
  104. Mercurius corrosivus: É usado principalmente para tratar infecções urinárias, incluindo cistite com ardência intensa ao urinar, bem como distúrbios gastrointestinais, como diarreia com sangue.
  105. Cinnabaris: É indicado para tratar distúrbios nasais e sinusais, como sinusite crônica com corrimento nasal purulento e dor facial. Também pode ser usado para tratar distúrbios do trato gastrointestinal.
  106. Mercurius cyanatus: É usado principalmente para tratar infecções respiratórias, incluindo difteria e laringite, com sintomas de inflamação intensa da garganta e dificuldade para engolir.
  107. Mercurius dulcis: É indicado para tratar infecções, especialmente aquelas que afetam as membranas mucosas, como faringite, amigdalite e infecções respiratórias.
  108. Mezereum: É usado para tratar distúrbios de pele, incluindo eczema, psoríase e erupções cutâneas intensamente pruriginosas e com crostas. Também pode ser indicado para neuralgia.
  109. Millefolium: É indicado principalmente para tratar distúrbios hemorrágicos, incluindo sangramento nasal intenso, sangramento uterino e hemorragias internas.
  110. Moschus: É usado para tratar distúrbios neurológicos, como desmaios, tonturas e sintomas nervosos. Também pode ser indicado para distúrbios respiratórios.
  111. Muriaticum acidum: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia intensa com esgotamento, bem como problemas urinários, como incontinência.
  112. Naja tripudians: É usado principalmente para tratar distúrbios cardiovasculares, como arritmias cardíacas e dor no peito. Também pode ser indicado para distúrbios neurológicos.
  113. Natrum carbonicum: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como asma, bem como problemas de pele, incluindo erupções cutâneas e verrugas. Também pode ser usado para distúrbios digestivos.
  114. Kali sulphuricum: É usado para tratar distúrbios de pele, incluindo eczema e caspa, bem como problemas respiratórios com muco amarelo.
  115. Kalmia latifolia: É indicado principalmente para tratar distúrbios reumáticos, incluindo dores nas articulações que se deslocam de um lugar para outro. Também pode ser usado para tratar problemas cardíacos.
  116. Kreosotum: É indicado principalmente para tratar distúrbios ginecológicos, como menstruação irregular, corrimento vaginal excessivo e inflamação da vulva. Também pode ser usado para problemas dentários, como cáries e gengivite.
  117. Lachesis trigonocephalus: É usado para tratar distúrbios circulatórios, incluindo pressão arterial alta, varizes e tendência a hematomas. Também é indicado para distúrbios hormonais em mulheres, como a menopausa.
  118. Ledum palustre: É indicado para tratar picadas de insetos, mordidas de animais, contusões e lesões traumáticas com inchaço e dor. Também pode ser usado para tratar gota.
  119. Lilium tigrinum: É usado principalmente para tratar distúrbios ginecológicos, incluindo distúrbios menstruais, dor pélvica e ansiedade relacionada ao sistema reprodutivo. Também pode ser indicado para distúrbios cardíacos.
  120. Lycopodium clavatum: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como inchaço abdominal, flatulência, constipação e indigestão. Também é usado para distúrbios do fígado e da vesícula biliar.
  121. Magnesia carbonica: É usado principalmente para tratar distúrbios gastrointestinais, como cólicas abdominais, constipação e inchaço. Também pode ser indicado para distúrbios musculares.
  122. Magnesia muriatica: É indicado para tratar cólicas abdominais intensas, especialmente aquelas que melhoram com a pressão e a aplicação de calor. Também pode ser usado para distúrbios do sistema nervoso.
  123. Magnesia phosphorica: É usado para tratar dores musculares e cólicas, especialmente aquelas que melhoram com o calor e a aplicação de pressão. Também pode ser indicado para dores de cabeça.
  124. Manganum: É indicado para tratar distúrbios musculoesqueléticos, especialmente artrite e dor nas articulações. Também pode ser usado para distúrbios de crescimento em crianças.
  125. Mercurius vivus: É usado principalmente para tratar infecções, incluindo amigdalite, dor de garganta e problemas dentários. Também é indicado para distúrbios gastrointestinais, como diarreia com fezes sangrentas.
  126. Mercurius corrosivus: É usado principalmente para tratar infecções urinárias, incluindo cistite com ardência intensa ao urinar, bem como distúrbios gastrointestinais, como diarreia com sangue.
  127. Cinnabaris: É indicado para tratar distúrbios nasais e sinusais, como sinusite crônica com corrimento nasal purulento e dor facial. Também pode ser usado para tratar distúrbios do trato gastrointestinal.
  128. Mercurius cyanatus: É usado principalmente para tratar infecções respiratórias, incluindo difteria e laringite, com sintomas de inflamação intensa da garganta e dificuldade para engolir.
  129. Mercurius dulcis: É indicado para tratar infecções, especialmente aquelas que afetam as membranas mucosas, como faringite, amigdalite e infecções respiratórias.
  130. Mezereum: É usado para tratar distúrbios de pele, incluindo eczema, psoríase e erupções cutâneas intensamente pruriginosas e com crostas. Também pode ser indicado para neuralgia.
  131. Millefolium: É indicado principalmente para tratar distúrbios hemorrágicos, incluindo sangramento nasal intenso, sangramento uterino e hemorragias internas.
  132. Moschus: É usado para tratar distúrbios neurológicos, como desmaios, tonturas e sintomas nervosos. Também pode ser indicado para distúrbios respiratórios.
  133. Muriaticum acidum: É indicado para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia intensa com esgotamento, bem como problemas urinários, como incontinência.
  134. Naja tripudians: É usado principalmente para tratar distúrbios cardiovasculares, como arritmias cardíacas e dor no peito. Também pode ser indicado para distúrbios neurológicos.
  135. Natrum carbonicum: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como asma, bem como problemas de pele, incluindo erupções cutâneas e verrugas. Também pode ser usado para distúrbios digestivos.
  136. Natrum muriaticum: É indicado principalmente para tratar distúrbios emocionais, como depressão e tristeza profunda. Também pode ser usado para distúrbios do trato gastrointestinal, como indigestão e constipação.
  137. Natrum sulphuricum: É usado para tratar distúrbios do fígado e da vesícula biliar, especialmente após lesões traumáticas ou exposição a um ambiente úmido. Também pode ser indicado para problemas gastrointestinais.
  138. Nitric acid: É indicado para tratar distúrbios do trato gastrointestinal, especialmente úlceras, fissuras anais e hemorroidas. Também é usado para tratar problemas de pele, como úlceras cutâneas.
  139. Nux moschata: É usado principalmente para tratar distúrbios neurológicos, como desmaios, tonturas e sintomas nervosos. Também pode ser indicado para problemas gastrointestinais.
  140. Nux vomica: É indicado para tratar distúrbios digestivos, como indigestão, azia e constipação, especialmente quando relacionados ao excesso de consumo de alimentos ou álcool. Também é usado para tratar distúrbios neurológicos.
  141. Opium: É usado principalmente para tratar distúrbios do sistema nervoso, incluindo sedação profunda, coma e sintomas de overdose de ópio. Também pode ser indicado para distúrbios gastrointestinais.
  142. Petroleum: É indicado para tratar distúrbios de pele, como eczema, dermatite de contato e pele rachada. Também pode ser usado para tratar distúrbios gastrointestinais, especialmente náuseas e vômitos.
  143. Phosphoricum acidum: É usado principalmente para tratar esgotamento mental, fadiga e depressão, especialmente após situações de perda ou choque emocional. Também pode ser indicado para distúrbios gastrointestinais.
  144. Phosphorus: É indicado para tratar distúrbios respiratórios, como tosse, bronquite e pneumonia, bem como distúrbios gastrointestinais, como gastrite e diarreia com sangue.
  145. Phytolacca decandra: É usado principalmente para tratar distúrbios do sistema linfático e glândulas, incluindo amigdalite, linfadenite e problemas mamários. Também pode ser indicado para dores nas articulações.
  146. Picricum acidum: É indicado principalmente para tratar esgotamento mental e físico extremo, especialmente quando acompanhado de fadiga intensa e dor de cabeça.
  147. Platinum metallicum: É usado para tratar distúrbios emocionais, como egocentrismo exagerado, sensação de superioridade e sintomas psicóticos. Também pode ser indicado para distúrbios ginecológicos.
  148. Plumbum metallicum: É indicado principalmente para tratar distúrbios neurológicos, como paralisia, espasmos musculares e tremores. Também pode ser usado para tratar constipação crônica.
  149. Podophyllum peltatum: É usado para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia intensa, cólicas abdominais e vômitos, especialmente quando há evacuações explosivas.
  150. Pulsatilla nigricans: É indicado para tratar uma variedade de distúrbios, incluindo distúrbios ginecológicos, como irregularidades menstruais e sintomas emocionais, como tristeza e dependência emocional.
  151. Pyrogenium: É usado principalmente para tratar infecções graves, sepse e febres altas com sintomas de toxemia. Também pode ser indicado para distúrbios cutâneos.
  152. Ranunculus bulbosus: É indicado principalmente para tratar dores intercostais intensas, especialmente aquelas que pioram com o movimento e o toque. Também pode ser usado para tratar herpes zoster.
  153. Rhododendron: É indicado principalmente para tratar dores articulares e musculares intensas, especialmente aquelas que pioram com o mau tempo. Também pode ser usado para dores de cabeça.
  154. Rhus toxicodendron: É usado para tratar distúrbios musculoesqueléticos, como artrite, entorses, dores nas costas e herpes zoster. Também é indicado para coceira intensa na pele.
  155. Rumex crispus: É indicado principalmente para tratar distúrbios respiratórios, como tosse seca e coceira na garganta, especialmente quando pioram com o frio e o ar seco.
  156. Ruta graveolens: É usado para tratar distúrbios musculares e tendinosos, especialmente lesões por esforço repetitivo, como tendinite e síndrome do túnel do carpo. Também é indicado para lesões oculares.
  157. Sabadilla officinalis: É indicado principalmente para tratar distúrbios respiratórios, como espirros frequentes, corrimento nasal e coceira na garganta, especialmente durante a primavera.
  158. Sabina: É usado principalmente para tratar distúrbios ginecológicos, como sangramento uterino excessivo, cólicas menstruais intensas e corrimento vaginal.
  159. Sanguinaria: É indicado principalmente para tratar dores de cabeça, especialmente aquelas que se originam na nuca e se espalham para a testa. Também é usado para distúrbios gastrointestinais e respiratórios.
  160. Sarsaparilla: É usado principalmente para tratar distúrbios do trato urinário, incluindo cistite, dor ao urinar e pedras nos rins. Também é indicado para distúrbios da pele.
  161. Secale cornutum: É indicado principalmente para tratar distúrbios circulatórios, incluindo gangrena, úlceras e distúrbios da circulação periférica. Também pode ser usado para distúrbios gastrointestinais.
  162. Sepia succus: É indicado principalmente para tratar distúrbios ginecológicos, como irregularidades menstruais, sintomas da menopausa e depressão pós-parto. Também pode ser usado para tratar problemas de pele.
  163. Silicea: É usado principalmente para tratar distúrbios de pele, como furúnculos, abscessos e acne. Também pode ser indicado para distúrbios respiratórios e problemas digestivos.
  164. Spigelia anthelmia: É indicado principalmente para tratar dores de cabeça intensas, especialmente aquelas que afetam o olho esquerdo e pioram com o movimento dos olhos. Também é usado para distúrbios cardíacos.
  165. Spongia marina tosta: É usado principalmente para tratar distúrbios respiratórios, como tosse intensa e rouquidão, especialmente quando os sintomas são semelhantes aos de uma esponja seca.
  166. Stannum: É indicado principalmente para tratar distúrbios respiratórios, como tosse crônica, asma e enfisema, com expectoração difícil. Também pode ser usado para distúrbios gastrointestinais.
  167. Staphysagria: É usado principalmente para tratar distúrbios emocionais, como raiva reprimida, ressentimento e sentimentos de humilhação. Também pode ser indicado para distúrbios da pele e do trato urinário.
  168. Sticta pulmonaria: É indicado principalmente para tratar distúrbios respiratórios, como resfriados, sinusite e bronquite, com congestão nasal e dor nos seios paranasais.
  169. Stramonium: É usado principalmente para tratar distúrbios neurológicos, como convulsões, delírios e alucinações. Também pode ser indicado para distúrbios emocionais intensos.
  170. Sulphuricum acidum: É indicado principalmente para tratar distúrbios gastrointestinais, como azia e indigestão, bem como distúrbios cutâneos, como úlceras e eczema. Também pode ser usado para distúrbios emocionais.
  171. Sulphur: É usado principalmente para tratar uma ampla variedade de distúrbios, incluindo problemas de pele, distúrbios gastrointestinais, distúrbios respiratórios e distúrbios emocionais. É frequentemente indicado quando os sintomas são agravados pelo calor.
  172. Tarentula hispanica: É indicado principalmente para tratar distúrbios neurológicos, como movimentos involuntários, agitação e hiperatividade. Também pode ser usado para distúrbios emocionais intensos.
  173. Terebinthina chios: É usado principalmente para tratar distúrbios do trato urinário, como infecções renais e cistite com sangue na urina. Também pode ser indicado para distúrbios respiratórios.
  174. Thuya occidentalis: É indicado principalmente para tratar distúrbios da pele, como verrugas, condilomas e erupções cutâneas. Também é usado para tratar distúrbios do sistema nervoso.
  175. Veratrum album: É usado principalmente para tratar distúrbios gastrointestinais, como diarreia intensa e vômitos, com sintomas de esgotamento e desidratação. Também pode ser indicado para distúrbios cardíacos.
  176. Zincum metallicum: É indicado principalmente para tratar distúrbios neurológicos, como síndrome das pernas inquietas, tiques e movimentos involuntários. Também é usado para tratar distúrbios gastrointestinais e emocionais.

ATENÇÃO: Lembre-se de que a homeopatia considera uma ampla gama de sintomas físicos, emocionais e mentais ao escolher um medicamento, e a escolha final depende da correspondência precisa dos sintomas do paciente com as características da substância.

A compilação prática e organizada da principal ação terapêutica de cada medicamento homeopático é de extrema importância para estudantes e profissionais que se dedicam a ciência da homeopatia. Essa compilação proporciona recurso valioso para referência rápida e tomada de decisões informadas. Para obter os melhores resultados, é importante que essa compilação seja mantida atualizada à medida que novas informações e pesquisas sobre medicamentos homeopáticos surgem.

Importante: Aproveitamos esta oportunidade para solicitar aos leitores que contribuam para manter a correção e a atualização desta fonte de informação, compartilhem conhecimentos e pesquisas relevantes relacionadas aos medicamentos homeopáticos. Sua colaboração é valiosa para enriquecer e aprimorar esse recurso vital para a prática da homeopatia.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LATHOUD, J.A. Estudos de Matéria Médica Homeopática, 3ª ed. São Paulo: Editora Organon, 2021.

RIBEIRO FILHO, Ariovaldo. Repertório de Homeopatia, 2ª ed. 4ª reimpressão. São Paulo: Editora Organon, 2022.

HOMEOBRAS – Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ciência da Homeopatia.

FAVILLA, José Paulo – SIHORE MAX V7.0 – Sistema de Homeopatia Repertorial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *