Eletropuntura

Eletropuntura

Terapia por meio de eletro-estimulação aplicada de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa – MTC

Por Susilaine Moraes Aquino, Psicóloga Clínica,  Pós-Graduada em Acupuntura, pesquisadora independente.

Optamos por criar o neologismo – Eletropuntura – para, de fato, estabelecer  a relação da aplicação da Eletroterapia com base nos Princípios da Medicina Tradicional Chinesa.

O terapeuta deve conhecer não somente a patologia que irá tratar, mas também o modo como o estímulo elétrico afeta os tecidos.

Mecanismo de Ação

Assim como na acupuntura realizada com agulhas, e neste caso, por meio dos eletrodos, as terminações nervosas dos músculos (fibras dismielinizadas) enviam sinais para o sistema nervoso central, que por sua vez libera os neurotransmissores (endorfinas), que bloqueiam a propagação dos estímulos dolorosos para o córtex cerebral e assim promove a analgesia.

Tal estímulo se propaga no sistema nervoso central, em níveis distintos: medularmesencefálico e hipotalâmico.

A estimulação no eixo hipotálamo-hipofisário provoca a liberação de beta-endorfina, que por sua vez leva a produção de cortisol endógeno que atua em processos inflamatórios. No mesencéfalo os neurônios são estimulados e liberam serotonina e norepinefrina que inibem o impulso de dor no nível medular. Ainda neste nível, os interneurônios da substância gelatinosa liberam dinorfina e bloqueiam o impulso.A técnica consiste em uso de correntes elétricas a fim produzir reações físicas, biológicas e fisiológicas no paciente em tratamento. Os equipamentos empregam diferentes tipos de correntes (movimento ordenado de partículas eletricamente carregadas), cuja energia eletromagnética é conduzida por meio dos cabos condutores até os eletrodos aderidos à pele do paciente.

Mecanismos de Ação da Eletroestimulação

A ação da eletroterapia reproduz exatamente o mecanismo desencadeado por uma contração muscular.
Benefícios da Eletroestimulação – modo eficaz de estimular progressiva e fisiologicamente as diversas qualidades musculares; – diminuição da fadiga cardiovascular e psíquica; – permite maior esforço muscular do que a atividade voluntária, já que não força as articulações e os tendões;Importante: Quanto mais intenso o estímulo elétrico, maior é o número de fibras musculares ativadas e proporcionalmente o fortalecimento, o aumento do fluxo sanguíneo, a firmeza, a definição, o relaxamento ou a recuperação muscular. 

Fonte: Instituto Shen – 2011( Eletropuntura )

Leave a Comment